O treinador do Moreirense, da I Liga portuguesa, reconheceu hoje o desejo do brasileiro Felipe Pires em rumar ao futebol estrangeiro, face à transferência iminente do avançado para os ucranianos do Dnipro.

“[O negócio] Não está consumado ainda. Enquanto não acontecer, não posso confirmar. Os dados e as informações que temos é que esta situação estava muito avançada. Eu próprio falei com ele e gostava que tivesse continuado connosco, mas a sua vontade era outra”, confidenciou Ricardo Sá Pinto, na conferência de imprensa de antevisão à visita dos ‘cónegos’ ao rival minhoto Famalicão, no domingo, para a 22.ª jornada da I Liga.

O extremo, de 26 anos, soma um golo em 23 jogos na segunda época pelo Moreirense e está vinculado até junho de 2023, mas nunca foi titular com Ricardo Sá Pinto e ficou de fora das opções na goleada ao Belenenses SAD (4-1), na segunda-feira, da 21.ª ronda.

“Em termos de saídas e vendas, já não me compete tratar desse assunto, mas à direção. É uma situação que, se tudo correr dentro da normalidade, irá acontecer”, finalizou o treinador, face à investida do terceiro classificado da Liga ucraniana, no qual joga o luso Nélson Monte, já após a conclusão da janela de transferências de inverno em Portugal.

Felipe Pires deve assinar um contrato de três anos com o Dnipro, num negócio avaliado em pouco mais de um milhão de euros (ME), disse à agência Lusa fonte do Moreirense.

Em janeiro, os minhotos já lucraram com as vendas do defesa Abdu Conté aos franceses do Troyes (2,7 ME) e do médio Filipe Soares aos gregos do PAOK Salónica (2,8 ME).

Nascido em São Paulo, Felipe Pires formou-se no Red Bull Brasil e subiu ao Red Bull Salzburgo em 2014/15, vencendo dois campeonatos e uma Taça da Áustria, por entre uma cedência ao Liefering, até assinar pelos germânicos do Hoffenheim, em 2015/16.

O avançado nunca se estreou pelo clube da ‘Bundesliga’ e esteve emprestado a FSV Frankfurt (2015/16), Áustria de Viena (2016-2018), aos brasileiros do Palmeiras (2019) e do Fortaleza (2019) e ao Rijeka, pelo qual conquistou a Taça da Croácia, em 2019/20.

O Moreirense, 15.º classificado, com 19 pontos, visita o rival minhoto Famalicão, 17.º e penúltimo, com 17, no domingo, às 15:30, no Estádio Municipal de Famalicão, em duelo da 22.ª jornada da I Liga, com arbitragem de Tiago Martins, da associação de Lisboa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.