Manuel Machado, treinador dos madeirenses, aproveitou este jogo, disputado no sintético do Cristiano Ronaldo Campus, para rodar todos os elementos disponíveis no plantel e para ensaiar algumas situações tácticas, como a presença de três defesas centrais.

Com quase ninguém na bancada, as equipas, mesmo assim, empenharam-se neste “treino”, cuja receita reverte para o projecto de solidariedade social “Chapéu da Esperança”.

Já jogando com 10 elementos, pois Pavlovic ressentiu-se de uma lesão no joelho e já não havia mais ninguém para entrar, o Nacional poderia ter desempatado a partida, aos 74 minutos, mas Amuneke, de grande penalidade, rematou fraco possibilitando a defesa de Pridigar.

Aos 85 minutos, os eslovenos marcaram, através de uma grande penalidade que Rene Mijhelic não desperdiçou.

Há semana passada, os eslovenos já haviam vencido por 3-1, em encontro de solidariedade para com as vítimas do terramoto no Haiti.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.