Consumado o terceiro jogo sem vencer na I Liga 2010/2011, Jorge Costa mostrou-se descontente com o trabalho do árbitro, embora não lhe tenha dedicado palavras directas:

“Não falo sobre o árbitro”, começou por dizer, acrescentando que “não nos deixaram jogar mais”, a propósito do apito final do jogo em Coimbra, que Jorge Costa entendeu ter sido prematuro.

Sobre a sua equipa, Jorge Costa frisou a “boa segunda parte, que merecia mais alguma coisa”, embora tenha admitido os erros que deram os dois golos ao Sporting no primeiro tempo.

Já Miguel Fidalgo, autor do golo dos estudantes, disse que “a Académica fez um grande jogo na segunda parte” e revelou-se esperançado em ser um dos melhores marcadores do campeonato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.