Pinto de Sousa responde ao ataque a Luís Filipe Vieira, que o acusara de estar novamente ligado a elementos da arbitragem portuguesa e de que a justiça deixara uma imagem de impunidade, em referência ao caso Apito Dourado.

"Não reconheço ao senhor Filipe Vieira sabedoria e competência para se pronunciar sobre o mérito de decisões judiciais", afirmou Pinto de Sousa, antigo presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, em comunicado enviado às redacções. 

No entanto, o antigo responsável pela arbitragem vai mais longe no ataque: "Desde 2004 que não exerço qualquer cargo ligado ao futebol em geral e à arbitragem em particular. Sou, por conseguinte, livre de almoçar ou jantar com quem bem entender. Depois de tantos anos ligados à arbitragem, é natural ter amigos nesse meio e não devo ao Senhor Filipe Vieira quaisquer contas relativas às minhas amizades. Não sou, nem admitirei ser, bode expiatório ou manobra de diversão, para acalmar sócios descontentes de resultados desportivos abaixo das expectativas criadas."

Pinto de Sousa revelou ainda que jantou "variadíssimas vezes" com Luís Filipe Vieira e sempre "a pedido" do presidente do Benfica, que lançara estas críticas após a controvérsia em torno da arbitragem no Guimarães-Porto. "Não o incomodou jantar comigo a seu pedido", refere Pinto de Sousa.

"Porque não admito ingerências na minha vida pessoal, reservo-me o direito de em sede própria proceder ao apuramento de responsabilidades relativamente às torpes insinuações do Senhor Filipe Vieira", remata. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.