Jorge Jesus é um treinador optimista nas capacidades da equipa, na primeira das "quatro finais" que restam esta época e na contagem decrescente para a recuperação do título nacional.

"A equipa dá sempre respostas muito fortes, as dificuldades que temos ultrapassamo-las e estamos preparados para todas as emoções. Não temos pressão nenhuma, porque jogamos sempre para ganhar e em função das nossas convicções".

Sobre a Académica, Jesus espera uma equipa com "boa organização defensiva" e "avançados muito rápidos", a quem faltam "um ou dois pontos" para assegurar a permanência e que "irá jogar para pontuar".

Jorge Jesus, treinador do Benfica, ainda não sabe se pode contar com Cardozo e Saviola para o jogo de domingo, com a Académica, em Coimbra, a contar para a 27.ª jornada da Liga de futebol.

"O Saviola teve problemas físicos e o Cardozo saiu lesionado, não sabemos se podemos contar com eles. Neste momento depende mais deles, da forma como se sentirem hoje e amanhã, mas tenho muitas dúvidas", afirmou o técnico do líder do campeonato, em declarações à Benfica TV.

O eventual regresso de Saviola seria um trunfo importante para o Benfica, com Jesus a reordar a importância do avançado argentino na manobra ofensiva da equipa.
"O Saviola é um jogador muito importante nos movimentos ofensivos. Não tem jogado e se recuperar bem podemos lançá-lo no jogo".

Finalmente, Jorge Jesus voltou a apelar à presença dos adeptos do Benfica, porque "têm sido uma grande ajuda".

"Espero que invadam Coimbra. Precisamos cada vez mais da ajuda deles. Serão uma grande ajuda para a equipa".

O Benfica defronta no domingo a Académica, no Estádio Municipal, às 18:00, com arbitragem de Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.