Helton não quer sobrecarregar o clássico da Supertaça com mais pressão. “Todos os desafios são importantes durante a época. Não adianta imaginar que vai ser um jogo de vida ou morte. Queremos é a vitória, como sempre, e vamos fazer de tudo para que isso aconteça”, resumiu, no “superflash” de antevisão à partida de Aveiro.

O brasileiro defende que “não existem favoritos nestes jogos” entre os grandes do futebol português e garante que “a equipa já está preparada e agora está a melhorar para o próximo jogo”.

“Não vamos pensar se vai ser bom ou ruim o que vai acontecer daqui para a frente [após o jogo]”, sublinhou.

Helton evitou falar do Benfica quando questionado sobre o grande potencial atacante da equipa de Jorge Jesus, mas julgou mera “infelicidade” as duas derrotas consecutivas dos “dragões” no Torneio de Paris (1-0 com PSG e 2-1 com Bordéus), considerando que a equipa “vinha fazendo uma boa campanha e trabalho”.

“O FC Porto está bem e cada vez melhor. [Sofrer golos de bola parada] são detalhes que procuramos corrigir. Temo-nos empenhado. O grupo todo procura melhorar e isso vai ser invertido”, vincou.

Ao árbitro setubalense João Ferreira, Helton desejou “que consiga fazer um bom trabalho e não prejudique ninguém”, adiantando: “Que nos deixe realizar todos os nossos objectivos, o que planeamos durante a semana. Que não haja nenhum tipo de problema, que ninguém nos atrapalhe. Desejamos-lhe boa sorte, que seja correcto”.

A Supertaça Cândido de Oliveira disputa-se este sábado, em Aveiro, às 20h45.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.