O FC Porto organizou, este sábado, uma superflash nas escolas do Dragon Force na Invicta de forma a comemorar o arranque do novo ano desportivo para as centenas de crianças que um dia sonham em singrar no futebol.

A entrevista rápida com o portista Fucile tinha o propósito de fazer a antevisão do encontro em Leiria mas esta acabou por se transformar num questionário sobre o Alvaro Pereira, que esteve até ao último minuto sem saber o seu próximo destino, FC Porto ou Chelsea.

«É um jogador [Alvaro Pereira] de grande qualidade e um amigo, que está bem, está feliz aqui no clube e está pronto para dar o seu melhor pelo FC Porto», referiu o seu conterrâneo depois de ter estado uns minutos a distribuir autógrafos aos pequenos Dragões.

«É normal que clubes importantes queiram grandes jogadores, mas ele está feliz aqui [no Porto]. O Alvaro está a trabalhar muito bem e hoje vi-o muito contente no treino. Está com muita vontade de jogar e fazer o melhor aqui. Todos os jogadores do FC Porto estão felizes», acrescentou.

Fucile é um dos jogadores mais espontanes e sinceros do plantel portista e por isso acabou por confessar que há jogadores que preferiam ter saído

«Não vou ser hipócrita e dizer que ninguém quer sair e ter mais oportunidades para jogar, mas se calhar porque tínhamos um jogo muito importante com o Barcelona, estávamos muito concentrados e não pensamos nisso», revelou.

Para o desafio de terça-feira com a União de Leiria, jogo em atraso da terceira jornada, Vítor Pereira não contará com o romeno Sapunaru para o lado direito da defesa, pois joga nesse dia frente à França na qualificação para o Euro2012. Alvaro Pereira e Fucile formarão dupla nas laterais.

«Vamos ver. É o treinador é que decide. Estou a trabalhar todos os dias com a melhor vontade para melhorar. Ainda estou a recuperar da lesão, mas sinto-me melhor e espero que amanhã possa treinar a cem por cento», explicou.

Braga e Benfica são líderes à condição, porque o FC Porto tem um jogo a menos, e o uruguaio diz que a equipa azul e branca «vive da pressão».

«Eles querem que fiquemos no chão, mas o FC Porto é forte, é o último campeão. Estamos fortes e vai ser difícil derrotar esta equipa», revelou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.