"Vencemos os dois últimos jogos, mas temos muito trabalho para fazer. É necessário aprimorar alguns aspectos que resultam das alterações entretanto operadas na equipa, nomeadamente sobre assimilação, métodos e rotinas de trabalho", afirmou.

"Esta interrupção competitiva [para compromissos das selecções] permite-nos a realização deste estágio, o que julgo poder ser muito benéfico em termos futuros" salientou o treinador da Naval, Augusto Inácio, desvalorizando os efeitos da paragem competitiva

Os figueirenses cumpriram hoje uma sessão de treino ainda na Figueira da Foz, partindo de seguida para Ofir, com todos os jogadores a integrarem a comitiva incluindo Bolívia, que está em processo final de recuperação de uma lesão muscular.

O programa de trabalho incluí sessões bi-diárias de treino e dois jogos de preparação, cujos adversários ainda não foram divulgados.

A Naval 1º de Maio retoma a competição a 24 de Outubro, deslocando-se ao terreno da União de Leiria, na 8.ª jornada da Liga. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.