Nelo Vingada não gostou de ver a forma como a comunicação social tratou o Marítimo na semana em que ia defrontar o FC Porto. O novo técnico dos madeirenses lamentou que a sorte tenha estado do lado do adversário e não com a sua equipa.

Muito foco no FC Porto: "Pela comunicação social, perdoem-me que diga isto, mas parecia que o FC Porto ia jogar sozinho. Eu compreendo, há um novo treinador, mas parecia que o Marítimo não existia. Entramos bem no jogo, quiçá os primeiros lances de perigo foram nossos, a bola à trave deles entrou e a nossa não deu em nada mas temos que reconhecer que o FC Porto viveu momentos de muita intranquilidade, por mérito nosso. Numa semana em que estava tudo só concentrado no FC Porto, viemos provar que há outras equipas no campeonato que merecem ser apoiadas e não ostracizadas".

Mensagem ao intervalo: "Eu disse aos jogadores que o 1-0 é um resultado incómodo. Se eu estivesse no lugar do treinador do FC Porto, eu sentir-me-ia um pouco intranquilo. Do nosso lado esteve uma equipa atrevida que assumiu o jogo. Fica esta nota que hoje perdemos o jogo, mas ganhámos uma nova dimensão como equipa".

O FC Porto bateu o Marítimo por 1-0, em jogo da 19ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.