Nélson Veríssimo, treinador do Benfica, fez esta quarta-feira a antevisão à partida de amanhã, frente ao Famalicão, que se pode revelar decisiva para a decisão do campeão nacional de 2019/2020.

O que precisa o Benfica para vencer: Acima de tudo temos de ser uma equipa competitiva e organizada. Vamos jogar contra um adversário que está a fazer um excelente campeonato que tem uma forma de jogar muito bem definida. Vamos ter de estar bem em todos os momentos do jogo, sabemos que vai ser um jogo difícil, mas o nosso pensamento passa pela vitória.

Estado de espírito: A cara de quem ganha é sempre diferente da cara de quem não ganha, uma vitória traz outra forma de estar e foi o que aconteceu connosco nestes dias.

Continuar se for campeão: Foi-nos colocada uma tarefa que é liderar a equipa até à final da Taça. O foco está aí, é onde eu e a restante equipa técnica está focada.

Jorge Jesus: Eu percebo a questão, porque se tem vindo a colocar, mas acho que isso não me diz respeito e volto a dizer mais uma vez que temos de nos preocupar com os jogos até ao final da Liga e da final da Taça, com o FC Porto.

Jogar depois do FC Porto: Pode não acreditar, mas eu não sabia que o FC Porto jogava antes de nós. Nós sabemos o que temos de fazer, e o nosso objetivo passa por ganhar os quatro jogos que faltam e assim que vamos para o jogo de amanha independentemente do que possa acontecer para lá disso. A história do clube obriga a alcançar as quatro vitórias.

Saber que fica até ao fim da época muda algo: A gestão da equipa vai ser feita dia-a-dia. Já disse que estive integrado numa equipa técnica com um modo de trabalhar e uma ideia de jogo com a qual que identificava. A linha de raciocínio vai ser a mesma, em função dos jogadores que temos à disposição e do adversário.

Famalicão: O Famalicão joga como equipa grande, é uma equipa que gosta de ter bola, que gosta de ocupar espaços na amplitude do campo. Com esse posicionamento pode ficar desequilibrada e pode ser um dos aspetos que vamos tentar explorar amanhã. O Famalicão é bem organizado, com uma ideia de jogo bem definida e coletivamente tem muita qualidade. basta olharmos para os jogos que Sporting e Porto lá fizeram para vermos as dificuldades.

Diogo Gonçalves (emprestado ao Famalicão) na próxima época: Não sei, sinceramente não sei e não seria correto estar a falar da próxima época. O meu foco e missão é ir até ao final da época. O que posso dizer relativamente ao Diogo é que é um jogador com muita qualidade e que está a fazer uma boa época.

Jorge Jesus (outra vez): Eu acredito que uma boa solução do Benfica passa por ganhar amanhã. Não é uma questão que me diz respeito, não é da minha competência.

Jogos em falta na I Liga são preparação para final da Taça: Não, estes jogos vão servir para analisar a equipa adversária e a nossa equipa, melhorar o que tivermos de melhorar. O jogo da final da Taça a seu tempo será uma preocupação, ainda temos quatro jogos. Sabemos que temos de fazer mas neste momento não é prioritário

Taarabt: A convocatória está para sair, é esperar mais um pouco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.