O Sporting anunciou esta terça-feira a assinatura de um novo contrato com Bruno Fernandes válido por cinco temporadas e com uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros.

No comunicado enviado à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários, a SAD leonina anunciou a celebração de um novo contrato com Bruno Fernandes por cinco temporadas e uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros.

Recorde-se que Bruno Fernandes foi um dos nove jogadores do plantel do Sporting que apresentou rescisão de contrato no passado mês de junho alegando justa causa na sequência das agressões na Academia de Alcochete.

Comunicado da SAD do Sporting à CMVM

A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (adiante SPORTING SAD ou Sociedade) vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º-A, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado que a Sociedade e o jogador Bruno Miguel Borges Fernandes acordaram em celebrar, na presente data, um novo contrato de trabalho desportivo, válido por cinco épocas desportivas, nos termos do qual foi fixada uma cláusula de rescisão no valor de € 100.000.000,00.

O regresso de Bruno Fernandes foi também anunciado nas redes sociais na conta oficial do Sporting

Durante a apresentação do jogador, Sousa Cintra elogiou o comportamento "exemplar" de Bruno Fernandes pela forma como decidiu voltar a Alvalade.

"Grande satisfação e orgulho por estar aqui com o melhor jogador de Portugal. Bruno Fernandes é um caso à parte. Como jogador e como pessoa. É o jogador que o Sporting queria. Teve um comportamento exemplar, pela forma como quis regressar ao Sporting e ajudar o Sporting a lutar para ser campeão. Tínhamos de resolver este assunto. O jogador não quis que o ordenado fosse aumentado. Já lhe disse que tem aqui um amigo para a vida. E os sportinguistas estão-lhe muito gratos", disse Sousa Cintra durante a apresentação do médio português.

Bruno Fernandes, por sua vez, explicou o que o fez regressar ao Sporting, prometendo continuar a lutar pelos objetivos do clube 'leonino' na temporada que se avizinha.

"Estou muito honrado de poder continuar a vestir a camisola do Sporting. Sempre foi uma honra poder estar aqui. Vim para o projeto Sporting para poder conquistar títulos e crescer como jogador. No ano passado tive uma boa prestação, para este ano só posso prometer mais do mesmo, muita garra e muita luta. A minha atitude continuará a mesma, vou continuar a lutar pelos interesses do Sporting", garantiu o médio.

"Mais do que a nível individual, espero que este ano seja melhor a nível coletivo. Sporting tem de lutar por mais objetivos. Acredito que o novo treinador pode ajudar", acrescentou.

Sobre um eventual regresso de Bruno de Carvalho: "Não recebi qualquer tipo de garantia, nem estou minimamente preocupado com isso. Estou focado na minha pré-época e em dar o meu melhor pelo Sporting. Muitas das razões que apresentei na carta de rescisão, uma delas - e a mais forte - foi a questão da segurança, mas o presidente Sousa Cintra garantiu-me que estão a trabalhar para termos o máximo de segurança no clube. Acho que os acontecimentos foram graves, mas já passaram e temos de olhar para a frente e continuar a trabalhar."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.