O Sporting foi, este domingo, a Aveiro vencer o Feirense por 2-0, com golos de Wolfswinkel (g.p) e Schaars, em jogo da 9.ª jornada da I Liga.

A equipa orientada por Domingos Paciência iniciou o encontro no Estádio Municipal de Aveiro, casa emprestada do Feirense, com Onyewu no eixo da defesa, no lugar do lesionado Anderson Polga, e entrou bem em jogo, assim como Feirense.

As duas equipas protagonizaram uma boa primeira parte, bastante garrida e o Feirense foi a primeira a criar perigo junto da baliza de Rui Patrício, mas o Sporting soube responder à altura no ataque.

No decorrer do jogo, a formação leonina tornou-se algo previsível, com o seu futebol muito apoiado em Capel no corredor esquerdo, facilitando a tarefa da turma de Santa Maria da Feira, que esteve muito bem defensivamente. Aliás, foi esta mesma equipa que roubou dois dos quatro pontos perdidos ao líder FC Porto.

O primeiro tempo terminou com uma excelente assistência de Matias Fernandez a Wolfswinkel que rematou de primeira, obrigando Paulo Lopes a uma boa defesa.

Na segunda parte, aos 54 minutos, o árbitro André Gralha mostrou o segundo cartão amarelo a Nuno Henrique e foi expulso, deixando o Feirense a jogar com dez elementos e obrigando Quim Machado a mexer logo na equipa. O central do Feirense havia visto o primeiro amarelo três minutos antes.

Ao minuto 62 foi assinalado grande penalidade a favor da formação de Alvalade, por falta de Cris na grande área sobre Schaars. André Gralha, ao contrário dos adeptos do Feirense, não teve dúvidas em assinalar.

Na conversão, o goleador Wolfswinkel não falhou e colocou a sua equipa em vantagem em Aveiro, numa altura em que a equipa da Feira estava mais agressiva no jogo.

O primeiro golo leonino incendiou o Estádio Municipal de Aveiro, colocando os cerca de 15 mil adeptos verdes e brancos a saltar e a cantar o “Cheira bem, cheira a Lisboa”, até porque a noite estava fria fora das quatro linhas.

Numa altura em que o Leão estava indomável dentro de campo, Schaars dilatou a vantagem com um potente remate fora da área, surpreendendo o guardião do Feirense ao minuto 77, selando o resultado em 2-0.

Com esta vitória, o Sporting alcança duas mãos cheias de vitórias consecutivas. Paços de Ferreira, FC Zurich, Rio Ave, Vitória de Setúbal, Lazio, Vitória de Guimarães, Famalicão, FC Vaslui , Gil Vicente e Feirense foram as vítimas.

Domingos Paciência iguala a melhor série de vitórias no Sporting, conseguida anteriormente por Paulo Bento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.