Em entrevista no documentário 'Campeones, um ano después', da 'Star', Nicolás Otamendi não conteve as lágrimas ao recordar a infância e as dificuldades que a sua família, principalmente a mãe, atravessou para que o capitão das águias pudesse vingar como jogador profissional de futebol.

"Foi um esforço enorme que foi feito, sobretudo pela minha mãe que sempre me acompanhou. E depois também tive a ajuda dos meus irmãos e do meu pai, que foram quem me ajudaram para que eu pudesse viajar. Até hoje sinto que devo tudo a eles", confessou o campeão do Mundo ao serviço da Argentina.

O capitão do Benfica não evitou as lágrimas ao recordar o esforço da mãe para que ele pudesse viajar.

"A minha mãe dava-me o que tinha para que eu pudesse viajar. Por momentos, eu sabia que a minha mãe não se alimentava bem", revelou Otamendi entre lágrimas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.