A presença de Pelé e a ausência de Hurtado marcaram hoje a apresentação do plantel do Paços de Ferreira para a I Liga de futebol 2015/16, numa cerimónia realizada na escadaria do Museu Municipal, no centro da cidade.

O médio que o Benfica contratou ao Belenenses foi o último jogador a ser chamado ao palco, tendo recebido a camisola das mãos do presidente Paulo Meneses, pondo fim a uma novela iniciada pelo próprio, ao assumir a mudança para a Capital do Móvel, e, mais tarde, a ser dado como reforço do Estrela Vermelha de Belgrado, da Sérvia.

"Foi uma luta difícil, ao longo do dia estivemos a trabalhar no sentido de ele vir, mas conseguimos", disse o diretor desportivo pacense, Marco Abreu, aos jornalistas.

O médio, de 23 anos, vai reencontrar no Paços de Ferreira o técnico Jorge Simão, com quem trabalhou nas derradeiras nove jornadas da época passada no Restelo, por empréstimo do Benfica até ao final da temporada.

Marco Abreu confirmou ainda que "Hurtado já não é jogador do Paços", sem adiantar pormenores, não confirmando sequer o ingresso do internacional peruano nos ingleses do Reading, conforme já foi noticiado na imprensa.

O ganês Barnes continua retido no seu país, com problemas no visto de entrada em Portugal, e falhou igualmente a apresentação, à semelhança do costa-marfinense Evrad, que continua a treinar à experiência, embora a sua contratação não esteja ainda colocada de parte pelos responsáveis pacenses.

Além da apresentação individual dos jogadores, 10 dos quais reforços, a cerimónia serviu ainda para dar a conhecer os equipamentos para a nova época - o principal mantém o amarelo como cor, enquanto o alternativo é laranja - e foi presenciada por quase um milhar de pessoas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.