Parésia do VI par craniano? Entenda em que consiste a lesão de Gabriel

O presidente da Sociedade Portuguesa de Oftamologia explicou a lesão à Rádio Renascença.
Parésia do VI par craniano? Entenda em que consiste a lesão de Gabriel
O brasileiro Gabriel. Crédito: SL Benfica SL Benfica

O Benfica comunicou na noite de quarta-feira que Gabriel se encontra a contas com uma "parésia do VI par craniano esquerdo, com limitação da abdução, que condiciona dipoplia. Trata-se de uma situação que impossibilita determinar um prazo para o regresso à sua condição plena".

À Rádio Renascença, o presidente da Sociedade Portuguesa de Oftamologia explicou a lesão do médio brasileiro.

"Os nossos olhos mexem-se com músculos oculares. Esses músculos são comandados por nervos pares cranianos. O que se passa é que um destes sofreu um traumatismo que afetou o sexto par, que é o nervo que regula o movimento dos músculos. Ou seja, se um olho mexe e o outro não, determina dupla imagem, que é extraordinariamente incapacitante", esclareceu Fernando Falcão Reis.

Quanto ao tempo de paragem de Gabriel, o especialista admitiu ser difícil de estimar.

"Normalmente, em algumas semanas ou meses as situações evoluem para cura. Algumas são tratáveis, outras não tão facilmente e o tratamento depende da parésia. Podem ter várias origens. Origens vasculares podem ter origem tumoral e há uma panóplia de situações que podem estar por trás da paralesia do sexto par", referiu.

Por fim, Fernando Falcão Reis abordou a possível causa desta condição. "Há várias situações comuns. Num jogador de futebol, um traumatismo mais violento com a bola ou num choque com outro jogador pode levar à paresia. É uma situação aguda, que se manifesta de imediato após o trauma, não é um ato de erosão", concluiu.

Gabriel chegou ao Benfica na temporada passada, oriundo do Leganés. Esta época totaliza, no conjunto de todas as competições pelas 'águias', 24 jogos e dois golos, o último dos quais apontado precisamente derradeiro encontro em que marcou presença, frente ao Famalicão, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Neste artigo

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.