"Cheguei a jogar com o Paulo Bento. Criámos uma grande amizade, foi muito difícil a saída dele, que aconteceu da pior maneira possível. Os treinadores sabem que vivem de resultados. As coisas não aconteceram como queríamos e sobrou para o Paulo. Foi um jogador muito importante para mim nestes seis anos. Ajudou-me bastante", referiu.

À chegada ao estágio da selecção portuguesa, Liedson deixou nas mãos do presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt, a decisão da escolha do novo treinador.

"O presidente é uma pessoa inteligente e sabe o que o Sporting precisa neste momento. Deixo isso a cargo dele. Estou concentrado aqui, nestes dois jogos do 'play off'", afirmou.

Sobre o passado com Paulo Bento, Liedson disse que foram "seis anos, de muitas alegrias e poucas tristezas".

Paulo Bento deixou o comando técnico do Sporting na sexta-feira, depois do empate com o Ventspils, na Liga Europa, e antes de o Sportinm somar com o Rio Ave (1-1) o quinto jogo consecutivo sem vencer no campeonato, em que os "leões" seguem em oitavo lugar, com 14 pontos, a 11 da liderança.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.