As críticas à forma como Bruno de Carvalho despediu Marco Silva do Sporting tem um novo interlocutor na voz de Paulo Sérgio, treinador dos 'leões' na época 2010/2011 que acabou por ser despedido por Godinho Lopes no final de feveiro de 2011.

Em entrevista ao jornal Record, Paulo Sérgio considerou que a direção do Sporting tinha toda a legítimidade para contratar Jorge Jesus, apesar da forma pouco recomendável como 'despachou' Marco Silva após a conquista do primeiro troféu em sete anos.

"Na minha opinião, a situação com Marco Silva foi pouco ética. A saída de Jesus não tem polémica, pois estava em fim de contrato, e Bruno de Carvalho tem todo o direito de querer trocar de treinador. É tudo normal, menos a saída inglória de Marco Silva, depois de tudo o que ele fez", afirmou Paulo Sérgio ao referido jornal.

"O Sporting não tinha condições para lutar para ser campeão e se Jorge Jesus tiver o mesmo plantel, também terá muitas dificuldades", comentou o técnico português.

Questionado sobre a luta pelo título na próxima época, Paulo Sérgio considera que o FC Porto parte com alguma vantagem por ter aguentado a mesma equipa técnica da época passada, mas que a luta pelo primeiro lugar será a três.

"Vai ser uma luta a três, num campeonato muito disputado", atirou Paulo Sérgio.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.