O treinador do Portimonense manifestou-se hoje otimista em conquistar os três pontos na deslocação ao Santa Clara, na terça-feira, no jogo da 27.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, embora reconheça que “seja uma tarefa difícil”.

“Sabemos que vamos ter uma tarefa difícil, pois vamos defrontar uma boa equipa, bem trabalhada, consistente e com bons jogadores individuais. Estamos otimistas em conseguir trazer os três pontos que é aquilo que almejamos”, assegurou o técnico Paulo Sérgio.

Na conferência de antevisão ao jogo com o Santa Clara, o técnico dos algarvios afirmou que a equipa está preparada para um confronto que se antevê “muito competitivo, duro, para o qual os jogadores estão preparados e avisados, mas confiantes em conseguir a vitória”.

“Tivemos uma boa semana de trabalho, com uma ótima resposta dos atletas e é isso que nos dá confiança para pensarmos que vamos preparados para competir pelos pontos em disputa”, indicou.

Paulo Sérgio revelou que pediu aos jogadores que entrem no jogo “concentrados e com uma postura consistente, para evitar que andem com o credo na boca à procura de dar a volta ao resultado”, como sucedeu no jogo com o Benfica, na jornada anterior, em que os algarvios empataram (2-2) depois de terem estado em desvantagem por dois golos.

“Quer com o Benfica quer com o Sporting de Braga [derrota por 3-1] complicámos as coisas com as faltas de concentração e uma atitude menos audaz, menos aguerrida desde o primeiro minuto, o que nos fez correr no segundo tempo atrás do prejuízo”, referiu.

Segundo técnico, diante do Benfica, campeões nacionais em título, faltou ao Portimonense “mais atrevimento e maior determinação em alguns momentos do jogo”, principalmente na primeira parte.

“O grosso do trabalho acabou por ser feito, mas na segunda parte melhorámos, porque fomos mais pressionantes e mais audazes”, recordou.

Paulo Sérgio garantiu que o empate com o Benfica serviu como um “tónico positivo de ânimo para os jogadores, porque os resultados positivos dão sempre uma maior confiança, inclusive no trabalho diário”.

“Esse ânimo não é diretamente para o jogo com o Santa Clara, mas refletido diariamente nas sessões de trabalho, que é isso que nos garante o combustível para aquilo que é a competição que vem a seguir”, sublinhou.

Paulo Sérgio reconheceu que os dois resultados positivos alcançados nas duas últimas jornadas em casa – vitória com o Gil Vicente (1-0) e empate com o Benfica (2-2) -, trouxeram outra motivação.

“A equipa está mais competitiva e positiva naquilo que é a nossa ação e espero que se dê continuidade a isso, desde o primeiro minuto de cada jogo”, destacou.

O técnico referiu ainda que tem notado “uma atitude diferente” nos jogadores desde que chegou ao clube, nomeadamente “uma postura mais guerreira, mais competitiva, uma querença grande no trabalho que está a ser feito”.

“Estamos a colher alguns frutos dessa postura”, disse o treinador, recordando que existe ainda um défice de cinco pontos para sair dos lugares de descida, “o que faz com que a equipa tenha de trabalhar muito para ser consistente e levar o barco a bom porto”.

O Portimonense, 17.º e penúltimo classificado, com 20 pontos, defronta o Santa Clara, oitavo, com 34, em jogo marcado para terça-feira no Estádio da Cidade do Futebol, às 19:00, em Oeiras, no distrito de Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.