O treinador do Rio Ave, Pedro Martins, afirmou esta terça-feira que o árbitro Tiago Martins "humilhou, coagiu e pôs em causa a honra e dignidade do Rio Ave" no jogo de futebol de domingo com o Sporting de Braga.

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo, em Vila do Conde, novamente com o Sporting de Braga, mas para a Taça da Liga, Pedro Martins deixou muitas críticas ao árbitro do encontro de domingo, na 19.ª jornada da Liga, que os bracarenses venceram por 5-1.

O técnico da formação da foz do Ave considerou que o juiz de Lisboa tomou más decisões na arbitragem que protagonizou, mas criticou, sobretudo, alegadas declarações feitas a jogadores e dirigentes do clube, já no final da partida, que não quis reproduzir.

"Se eu há meio ano fui expulso em Arouca e levei um processo disciplinar, e bem, porque, como já o assumi, me excedi com o árbitro Rui Costa, também o árbitro Tiago Martins tem de levar um processo depois do que ele disse à instituição Rio Ave", começou por dizer o técnico.

Pedro Martins disse que o árbitro de Lisboa "humilhou, coagiu e pôs em causa a honra e dignidade do Rio Ave e isso não pode passar impune”.

“O delegado da Liga tem essas declarações e se tiverem de lhe mover um processo acho que o devem fazer de acordo com o que se passou", afirmou.

O treinador do Rio Ave mostrou imagens vídeo de alguns lances em que o clube se sentiu prejudicado, mas preferiu apontar as maiores críticas à conduta do jovem árbitro.

"Tiago Martins tem um futuro brilhante pela frente mas espero que, em vez da prepotência, seja um árbitro de acordo com as insígnias da FIFA que tem às sua responsabilidade", desabafou.

O técnico do emblema vila-condense garantiu que não está "a arranjar desculpas para a derrota e o resultado" em Braga, lembrando que "houve jogos que o Rio Ave perdeu e não houve motivos para críticas à arbitragem".

"Enquanto eu estiver à frente deste grupo de trabalho tenho de o defender até à morte, mas houve ontem na Comunicação Social um esconder e uma omissão de muita coisa que se passou neste jogo", disse Pedro Martins, mantendo a confiança na arbitragem nacional.

Para o treinador há “muitos e bons árbitros”, esperando que se perceba que “isto não é contra” os juízes, “mas sim contra uma comportamento de um árbitro, que foi muito branqueado”.

Depois do jogo de domingo, para o campeonato, os vila-condenses voltam a defrontar o Sporting de Braga esta quarta-feira, para a Taça da Liga, tendo ainda mais dois encontros com os minhotos, das meias-finais da Taça de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.