Os quatro jogadores afastados antes do dérbi com o Boavista por na noite de aniversário da mulher de Uribe não terem respeitado a hora limite de 'recolher obrigatório' ditada pelo clube azul-e-branco já trabalham, todos eles, com o resto do plantel.

Depois de Marchesín e Saravia terem treinado já terça-feira com os restantes colegas, esta quinta-feira foi a vez de Uribe e Luis Díaz voltarem também a treinar normalmente com a equipa, regressados que estão dos compromissos das respetivas seleções. Os quatro desculparam-se perante o grupo de trabalho e a 'paz' estã de volta.

Segundo escreve o jornal 'O Jogo' na sua edição desta sexta-feira, em matéria disciplinar o episódio terá como única consequência uma elevada multa aos quatro atletas. A nível de trabalho com a equipa, Sérgio Conceição, depois de não ter levado os jogadores ao Estádio do Bessa, olha para o incidente como fazendo já parte do passado, embora o mesmo tenha ficado registado para memória futura.

Assim, o treinador poderá chamar já os quatro jogadores em causa para a recepção de domingo com o Vitória de Setúbal, a contar para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, ainda que após a boa resposta dada pelos jogadores no Estádio do Bessa talvez Sérgio Conceição possa optar por premiar e dar um voto de confiança aos nomes que ocuparam o lugar dos colegas ausentes nessa partida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.