Pinto da Costa revelou como é que decorreu o processo de escolha de Sérgio Conceição como novo treinador do FC Porto. Na apresentação do técnico, o presidente dos ‘dragões’ afirmou que a escolha foi feita após uma refeição num restaurante.

“Tinha na minha ideia três ou quatro treinadores, em que não constava o Sérgio, porque sabia que ele tinha assinado com o Nantes por três anos. Pensava que era impossível ele vir. Fiz vários contactos, até que no dia 27 de maio, almocei com Luciano D'Onofrio, amigo do FC Porto e diretor desportivo em Viena (há 30 anos), e quando lhe transmiti que gostaria de ter Conceição, ele disse-me: 'jantei com ele ontem e o Sérgio também gostava imenso de vir para o FC Porto'”.

A história de como Sérgio Conceição chegou ao FC Porto teve o seu segundo capitulo no dia seguinte no seu gabinete com uma questão frontal ao agora novo treinador dos ‘dragões’.

“Às 16h30 do dia seguinte o Conceição estava no meu gabinete e fiz-lhe a pergunta direta: Queres treinar o FC Porto? Sim! Consegues? Acho que sim. Então vai resolver o problema. No dia seguinte foi para Paris para se desvincular do Nantes. A partir daí terminaram todos os contactos que pudesse estar a fazer. A partir daí sabia que tinha treinador e que a determinação do Conceição ia resultar e que o presidente do Nantes, sensível à situação, deixá-lo-ia partir. Foi o tempo que demorou.”

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.