Um dia depois do fecho do mercado em Inglaterra, Pinto da Costa garantiu que Moussa Marega continuará "com toda a naturalidade" a jogar no FC Porto.

"Se não quiséssemos que o Marega continuasse tínhamo-lo deixado sair em condições piores para o FC Porto do que aquelas em que estamos obrigados a fazê-lo", começou por dizer o presidente dos 'dragões' à RTP, na partida da Volta a Portugal.

"Felizmente que ninguém cumpriu o que está contrato assinado pelo FC Porto, pelo Marega e pelo seu empresário, e que tem uma cláusula de contrato aceite pelos três. Ninguém a pagou e obviamente que o Marega continua com toda a naturalidade a jogar no FC Porto", acrescentou.

Marega, recorde-se, chegou a ser associado ao West Ham, mas o clube inglês não conseguiu chegar a acordo com os 'azuis e brancos'. Isto porque Pinto da Costa não aceitou a saída do avançado abaixo da cláusula de rescisão.

"Ninguém pagou a cláusula. Qualquer jogador que queira sair e que tenha um clube que pague a cláusula de rescisão, o FC Porto não pode fazer nada para o segurar. Não foi o caso. Ninguém chegou à cláusula de rescisão do Marega, nem sequer perto", disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.