O recém-eleito presidente do Vitória de Guimarães, Miguel Pinto Lisboa, assumiu também hoje a liderança do Conselho de Administração da SAD, responsável pela equipa de futebol, que participa na I Liga portuguesa.

A maioria dos acionistas presentes na Assembleia Geral (AG) da sociedade, que decorreu hoje à noite no Estádio D. Afonso Henriques, aprovou o Conselho de Administração até 2022, composto ainda por Fernando Marques e Alberto Martins, informou um comunicado divulgado hoje no sítio oficial dos vimaranenses.

Depois de, na segunda-feira, ter assistido à tomada de posse de Pinto Lisboa como presidente do clube, Mário Ferreira, detentor de 57% do capital da SAD, esteve igualmente presente na reunião magna de hoje.

Pinto Lisboa saudara, na segunda-feira, o empresário radicado na África do Sul por ter dado "um passo muito firme" no sentido de levar mais longe o Vitória, depois de, na campanha eleitoral, ter afirmado a disponibilidade para comprar todas as suas ações, caso não concordasse com o seu "plano estratégico".

Com a decisão tomada na AG, Pinto Lisboa sucedeu como presidente da SAD a Júlio Mendes, que liderara a entidade nos últimos seis anos.

Na mesma nota, o Vitória divulgou ainda que a Assembleia Geral vai ser presidida por Gustavo Ribeiro, que o Fiscal Único vai ser Carlos Cunha e que a Comissão de Vencimentos, aprovada por maioria, vai ter como presidente José Antunes (presidente da AG do clube) e como secretários Ricardo Prego (presidente do Conselho Fiscal do clube) e Otávio Santos.

Na reunião, os acionistas viabilizaram também a distribuição de 3% do resultado líquido de cada exercício aos funcionários da sociedade, "mediante critérios a definir entre administração e uma comissão representativa dos funcionários a constituir para o efeito".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.