Pizzi e Vinícius somaram, na passada quarta-feira, mais um jogo que ambos fizeram 'o gosto ao pé' dividindo entre si os dois golos que deram a vitória ao Benfica sobre o Braga, em jogo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal.

Este foi de resto a sexta vez que os dois jogadores marcaram na mesma partida depois de Cova da Piedade, Santa Clara, Leipzig, Marítimo e Famalicão.

Juntos, os dois melhores marcadores da equipa 'encarnada' levam já 34 golos, um número que os colocam no top 3 das duplas mais goleadoras da Europa, de acordo com dados apresentados pelo jornal 'O Jogo' esta sexta-feira.

O médio que se tem destacado nos últimos jogos pelo Benfica soma 19 golos, enquanto o avançado brasileiro, a nova 'arma' de golos 'encarnada', leva 15 tentos.

A dupla representa de resto mais de metade dos golos marcados pelo Benfica em todas as competições, representado 55,7% dos 61 golos marcados pelas 'águias'.

Apenas equipas alemãs ultrapassam ou alcançam este duo benfiquista: a dupla Lewandowski e Gnabry, do Bayern de Munique, soma já 40 golos, com três quartos dos golos a serem responsabilidade do goleador polaco, que leva já 30 golos, enquanto que o seu companheiro leva 'apenas' 10.

A igualarem os números do Benfica surge a combinação entre Timo Warner (23 golos) e Sabitzer (11 golos), do Leipzig.

Em Portugal, a concorrência está a alguma distância, com a dupla Bruno Fernandes + Luiz Phellype, do Sporting a somar 21 golos (13 para o capitão 'leonino' e oito para o avançado brasileiro, e a dupla entre dois dos três melhores marcadores do FC Porto (Zé Luís, Soares e Luiz Diaz com oito golos), totalizam 16 tentos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.