As competições em Portugal estão oficialmente suspensas e os trabalhos nos clubes encontram-se também, na sua maioria, parados. No caso do Benfica, revela o jornal A Bola, os jogadores estão preparados para ficarem, pelo menos, um mês sem sair de casa.

Os jogadores comandados por Bruno Lage ainda treinaram durante a manhã de quinta-feira, no Estádio da Luz, mas face ao cancelamento de toda a atividade desportiva nos 'encarnados', por tempo indeterminado, devido aos efeitos do novo coronavírus, o plantel foi aconselhado a passar as próximas semanas em casa.

Nenhum dos jogadores está autorizado para se deslocar para outras regiões do país ou para o estrangeiro e só deve sair de casa apenas em casos de extrema necessidade. Nesse sentido, a equipa técnica elaborou planos individuais de trabalho para serem cumpridos em casa, sendo que praticamente todos os atletas têm pequenos ginásios nas suas residências, que lhes permitirá manter a forma física.

A mesma publicação adianta que os jogadores vão continuar a ser monitorizados à distância através de pulseira eletrónica que mede diversos parâmetros, entre eles o sono, e poderão receber todas as refeições ao domicílio, elaboradas por um nutricionista.

Por sua vez, os responsáveis clínicos do clube (médicos, enfermeiros ou fisioterapeutas) irão deslocar-se à residência dos atletas que têm trabalhado de forma condicionada, casos de Zlobin, André Almeida, Jardel, Seferovic e Gabriel.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.