Jorge Jesus “dificilmente voltará ao campeonato português” no curto prazo, acredita José Pereira, presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), porque o técnico tem “mercado em qualquer parte do mundo”.

Em Leiria, onde apresentou o Fórum Nacional de Treinadores de Futebol agendado para os dias 21 e 22 de março, José Pereira afirmou à agência Lusa que Jorge Jesus “há de trabalhar mais em Portugal e por esse mundo fora”, mas é pouco provável que regresse ao futebol português no curto prazo.

“O Jorge Jesus é um treinador com mercado em qualquer parte do mundo e, por isso, pode optar por trabalhar no estrangeiro e, se assim o fizer, dificilmente voltará [no curto prazo] ao campeonato português”, afirmou o presidente da ANTF.

Ficará assim, para já, mais complicado a Jorge Jesus, 67 anos, bater o recorde de jogos realizados à frente de uma equipa no principal campeonato português de futebol.

Fernando Vaz (1918-1986), que orientou várias equipas nacionais nas décadas de 50, 60 e 70 do século passado - como o Sporting, FC Porto, Belenenses, CUF, Vitória de Setúbal, Marítimo ou Académica -, detém o recorde, com 626 jogos e Jorge Jesus está perto, com 603. Entre ambos surge Manuel de Oliveira, que orientou 617 partidas.

José Pereira acredita no regresso de Jesus a Portugal, mas o momento “depende da carreira que ele provavelmente abraçará, ou não, no estrangeiro”.

O facto de o ex-técnico do Benfica - saiu do comando da equipa à 15.ª jornada - ameaçar o recorde antigo de Fernando Vaz é encarado pelo presidente da ANTF como “sinal de uma alteração”, ainda que ténue, da mentalidade dos dirigentes nacionais:

“Há muitos anos que não tínhamos um treinador com tantos jogos nos campeonatos portugueses. Isto também reflete alguma mudança relativamente às ‘chicotadas psicológicas’. Mas não chega para esbater a falta de cuidado que existe nas restantes equipas e nos dirigentes”, concluiu José Pereira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.