O presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), José Fontelas Gomes, recordou hoje José Pratas, que morreu hoje, com um árbitro de referência.

Numa mensagem publicada no site da FPF, José Fontelas Gomes lembrou José Pratas como “um árbitro de referência do futebol português, atual observador e formador dos quadros profissionais, além de uma pessoa afável e sempre disponível”.

O ex-árbitro internacional José Pratas, de Évora, morreu hoje, aos 59 anos, no Hospital do Espírito Santo, na cidade alentejana, vítima de doença prolongada, revelou o presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol do distrito.

“Esta madrugada, perdeu-se uma figura incontornável, ex-árbitro internacional e um ser humano excecional”, lamentou à agência Lusa José Maria Santana, presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Évora.

José Pratas foi árbitro internacional entre 1993 e 2002, tendo-se retirado da arbitragem em 2003.

Esteve na 1.ª categoria nacional entre 1988/89 a 2002/03, arbitrando cerca de 200 jogos na I Liga, além de ter arbitrado também a final da Taça de 1993/94.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.