O presidente do Santa Clara, Rui Cordeiro, admitiu hoje que houve problemas na venda de bilhetes para o jogo de sexta-feira contra o Benfica, da 17.ª jornada da I Liga de futebol.

"Já assimilámos o que correu mal, aprendemos rapidamente, e acreditamos que da próxima vez o acesso ao estádio vai ser mais democrático", disse hoje Rui Cordeiro, denunciando alguns sócios que abusaram da "boa fé" do clube e compraram "bilhetes em excesso".

O presidente do clube açoriano falou à imprensa depois de o treinador João Henriques ter feito a antevisão da partida de sexta-feira, entre Santa Clara e Benfica.

Na venda antecipada de bilhetes, que motivou longas horas de espera esta semana na sede do clube, houve "falta de civismo" de "sócios que aproveitaram a boa fé" do clube e compraram "bilhetes em excesso", lamenta Rui Cordeiro, que promete melhorias para futuros encontros com igual procura.

O gestor, que pediu desculpas aos sócios e simpatizantes do Santa Clara que não puderam comprar bilhete, diz que há um "processo de aprendizagem" do clube a novos desafios que a presença na I Liga de futebol acarreta.

"Temos a perfeita consciência e estamos em sintonia com o governo dos Açores de, aos poucos, ir melhorando as condições do estádio, quer ao nível da relva, quer ao nível de condições de treino, mas também temos consciência de que isso vem com o tempo", disse.

Na sexta-feira, o Santa Clara, nono, com 21 pontos, recebe o Benfica, terceiro, com 35, no Estádio de São Miguel, nos Açores, pelas 18:00 locais (menos uma que em Lisboa), em encontro da 17.ª jornada do campeonato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.