Há 14 épocas no Benfica, Luisão admitiu que o facto de representar os 'encarnados' há tanto tempo deu-lhe uma perspectiva sobre o futebol diferente da que tinha aquando da sua chegada à Luz.

Em entrevista à ESPN Brasil, o central explica que Luís Filipe Vieira, presidente dos 'encarnados', teve papel fundamental nesse processo.

"Quando fui negociado para o Benfica achei que seria um trampolim para um grande na Europa. Pensei que ficaria apenas um ou dois anos até sair. Tive propostas todos os anos, mas o presidente disse sempre: 'Não vais sair, vais ter conquistas no clube e vais ser uma referência'. O futebol perdeu isso, as referências. O presidente Luís Filipe Vieira sempre disse isso e confiei na palavra dele. Optei por ficar. Sentia-me desejado", disse o brasileiro.

O capitão do Benfica explicou ainda porque não pensa voltar ao futebol brasileiro.

"Tenho uma gratidão imensa pelo Cruzeiro, mas já passou o ‘timing’. Fiz uma grande carreira no Benfica e terminar a carreira ali seria melhor e um presente por tudo o que o Benfica me ofereceu na carreira", confessou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.