André Villas-Boas explicou as dificuldades iniciais do FC Porto frente ao Beira-Mar com a saída precoce de Ukra. "Só a partir dos 25 minutos assentámos o jogo. Nesse período foi dificil porque a compreensão do ajustamento levou tempo", disse o técnico no flash-interview após o triunfo por 3-0 sobre os aveirenses, que vale a liderança aos dragões.

Questionado sobre o significado da estreia no estádio do Dragão e a importância de já liderar a Liga, o treinador azul e branco mostrou-se feliz: "É sempre bom o regresso a casa. O que importa é que o Porto continua na senda das vitórias e queriamos agarrar a liderança cedo. Obviamente que a jornada trouxe resultados negativos para dois dos nossos rivais. Queremos continuar a ganhar."

Sobre as possíveis saídas de Raul Meireles e Fucile, Villas-Boas manteve a incógnita. "Até dia 31 de Agosto tudo pode acontecer, continuamos o nosso trabalho até o mercado fechar", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.