Pedro Madeira Rodrigues apresentou hoje a sua candidatura à presidência do Sporting com o objetivo de debater o clube e constituir uma "alternativa" à liderança de Bruno de Carvalho.

Na conferência de imprensa de apresentação realizada numa unidade hoteleira de Lisboa, o ex-secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria considerou que "o modelo de gestão de Bruno de Carvalho está esgotado" e que o atual presidente do clube de Alvalade "não foi capaz de manter um projeto coerente e sustentável", após ter sido "importante" num determinado período.

"Limitamo-nos a navegar à vista e sem rumo. Para agravar o panorama, já de si perturbador, Bruno de Carvalho tem sido sinónimo de títulos, sim, mas para os nossos rivais", declarou o candidato à presidência dos 'leões', exigindo ainda "elevação e respeito" durante o período eleitoral.

Sem divulgar ainda os nomes da sua lista ou pormenores do seu projeto, Pedro Madeira Rodrigues vincou as principais linhas orientadoras da sua candidatura. "Quero que os meus filhos saibam o que é o Sporting campeão. Para lá chegarmos é preciso muito trabalho, rigor nas contratações e nas dispensas, aposta no ADN da formação e ecletismo nas modalidades", frisou.

Manifestando a sua convicção de que vai ser eleito presidente do Sporting no próximo mês de março, o primeiro candidato às eleições 'leoninas' admitiu ainda restabelecer relações com os emblemas rivais, mas com o princípio de colocar "o Sporting na frente".

Na apresentação da sua candidatura, Pedro Madeira Rodrigues contou com algumas figuras conhecidas do universo 'leonino', como Carmona Rodrigues, Zeferino Boal e Nuno Fernandes Thomaz, entre outros.

As eleições para a presidência do Sporting vão decorrer no próximo mês de março, com a data formal a ser provavelmente anunciada no espaço de uma semana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.