O Rio Ave vai recorrer do cartão amarelo mostrado a Aderllan Santos, aos 86 minutos da partida da equipa de Vila do Conde contra o FC Porto no passado sábado.

Os vila-condenses apoiam-se nas imagens televisivas que comprovam que o central não desviou a bola com a mão, mas sim com o joelho tendo recebido indevidamente o cartão amarelo, consideram.

O mau julgamento do árbitro e as decisões recentes do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol fazem os rioavenses acreditar que o amarelo que coloca Aderllan fora do jogo da próxima jornada (completa a série de cinco), será retirado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.