Jorge Jesus foi confrontado com as falhas de Roberto no jogo com o Nacional e assumiu que esperava mais de Roberto no lance do segundo golo dos alvinegros.

"Agora, qualquer golo que o Benfica sofra o culpado é o Roberto. É verdade que no segundo golo podia fazer melhor, mas no primeiro não tem hipótese nenhuma. Todos os guarda-redes do mundo estão nuns dias melhores e noutros piores", afirmou o técnico do Benfica, após o desaire com o Nacional, por 2-1.

A instabilidade evidenciada pela equipa após a desvantagem foi explicada pelo técnico com a necessidade de correr em busca do empate. "Depois de estarmos a perder por 2-0, dei ordens para não defendermos com mais de cinco jogadores. Sabíamos que íamos correr riscos, mas conseguimos sempre equilibrar defensivamente. Não houve intranquilidade na equipa, houve mais espaços e foi difícil defender com poucos jogadores", frisou.

A deslocação ao reduto do Nacional provocou a segunda derrota na Liga em duas jornadas. O saldo é ainda mais preocupante quando comparado com a época passada, onde os encarnados perderam o mesmo número de encontros em todo o campeonato.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.