O defesa central do Rio Ave recordou o golo de Kelvin em 2013 no célebre minuto 92 numa altura em que vestia a camisola do Benfica. Em entrevista ao jornal O JOGO, Roderick Miranda recordou esse momento e considera que foi injustiçado.

"Não digo que fui injustiçado, mas penso que usaram-me como bode expiatório para a perda do campeonato. É algo que me passa ao lado porque tenho a plena noção de que não fui eu que decidi nada", disse Roderick Miranda.

"Hoje em dia, as pessoas continuam com isso, o que até é bom porque se lembram de mim, mas esse episódio não me marcou como pessoa ou como jogador. Pode ter manchado o meu nome, mas acho que isso faz parte do passado e, neste momento, já estou a apagar esse mau bocado e a mostrar por que razão as pessoas falam de mim desde os meus 18 anos", sentenciou Roderick.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.