Roger Schmidt, treinador do Benfica, analisou a vitória frente ao FC Porto (1-0) em partida a contar para a 10.ª jornada da I Liga.

Análise

"Estamos muito contentes, foi uma vitória importante, deu muito trabalho e foi um jogo difícil. Foi difícil controlar o jogo, com muitas bolas longas. O FC Porto entrou bem, a jogar no nosso meio-campo, não estivemos assim tão bem no início. Melhorámos após os 15, 20 minutos. Mas não usámos bem essa situação até ao intervalo, para ter mais bola e posse. Depois controlámos, estou orgulhoso dos meus jogadores, controlaram bem as emoções. Sabiam que o ambiente seria difícil. Criámos oportunidades e sabíamos que só tínhamos de marcar um golo e depois defender bem. Não foi um jogo bonito, mas hoje não importa, só contam os três pontos e merecemos ganhar."

Liderança reforçada

"Era claro que podíamos ficar a seis pontos, mas são apenas dez jornadas. Não foi a decisão do campeonato. Foi uma afirmação dos jogadores ganhar contra um adversário muito bom."

Substituições

"Sabemos que temos de evoluir, melhorar e este jogo foi bom nesse sentido. Houve muitas emoções, muitos nervos, ao intervalo tivemos de mudar três jogadores porque, caso contrário, não terminaríamos o jogo com 11 jogadores. Os que entraram estiveram bem, foi uma boa vitória e já estamos a pensar na Juventus. O árbitro? Foi um jogo difícil para ele, mas esteve muito bem, a meu ver."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.