O Benfica abre a I Liga 2022/23 com uma receção ao Arouca e Roger Schmidt, treinador das águias que vai fazer a sua estreia em competições internas no jogo marcado para a noite desta sexta-feira, no Estádio da Luz, fez em conferência de imprensa a antevisão à partida.

O técnico alemão falou do entusiasmo que sente por ir disputar pela primeira vez um jogo da I Liga portuguesa, desvalorizou a questão sobre favoritismos quanto à conquista da prova e falou também de possíveis mexidas no plantel até ao fim do mercado de transferências.

Estreia na I Liga: "Cada campeonato tem as suas particularidades. Estou entusiasmado por amanhã, para ver o adversário e ver como será a sua abordagem, quão corajoso será. Cabe-nos encontrar soluções para contrariar a sua tática".

Favoritos à conquista da I Liga?: "Cabe-vos a vocês apontar o favorito para esta competição. Nós somos somos o Benfica, temos uma boa equipa e temos tudo aquilo de que precisamos para lutar pelo título. Estamos preparados para isso e amanhã queremos dar o primeiro passo. Há boas equipas na I Liga, como FC Porto, Sporting e Benfica, claro. Foram as últimas equipas a ser campeãs. Não quero dizer quem é o favorito. Acreditamos em nós próprios e trabalhamos arduamente. Temos um bom ambiente na equipa, temos qualidade e temos tudo para lutar pelo título até ao fim."

O jogo com o Arouca e a importância de um bom arranque: "Vamos jogar em casa. O jogo de terça-feira já foi uma boa preparação para amanhã. Quando jogamos em casa queremos controlar o jogo, pressionar o adversário. O desafio é ter atenção ao posicionamento tático, para os momentos de transição. Os adversários estão à procura e à espera dos nossos erros. Temos de ter atenção aos espaços que deixamos abertos, este é sempre um dos tópicos nos treinos. Amanhã é o primeiro de 34 passos! Queremos jogar desde início um futebol de ataque. Esperamos marcar muitos golos, queremos ganhar troféus e para ter muitos pontos é preciso ganhar os jogos".

Aposta em Florentino: "Ele tem estado muito bem desde o primeiro dia da pré-época. Impressionou-me com a sua atitude e qualidade. Usou muito bem a pré-época. Esteve muito focado. Vi muita motivação para voltar a jogar pelo Benfica. Está feliz por estar de volta e aproveitou a oportunidade para trabalhar e ganhar estatuto na equipa. Foi um dos jogadores que demonstrou muita qualidade. Evoluiu muito, especialmente do ponto de vista tático, por isso sabe o que tem de fazer. Terça-feira foi um excelente exemplo de que é um jogador muito bom para o Benfica."

Possibilidade de contratar mais um guarda-redes: "Neste momento, estou satisfeito com os guarda-redes que temos, com aquilo que vi na pré-temporada. O Ody e o Helton jogaram a um nível muito alto, mas também fiquei impressionado com os guarda-redes jovens, o Samu e o Léo. Estiveram muito bem no estágio. O nível dos guarda-redes do Benfica é muito alto e estou satisfeito. Mas claro que nas últimas semanas do mercado tudo pode acontecer. Há rumores, é normal. Neste momento, o que posso dizer é que estou satisfeito com o plantel.

Weigl não tem sido aposta: "Não vou falar de jogadores em particular. O que posso dizer é que temos muitos jogadores no plantel. Não é a situação perfeita para ninguém, todos eles querem ser titulares. Neste momento, há jogadores que estão no onze. Na minha opinião, o Julian é um jogador de topo, demonstrou-o na pré-época. Vamos ver o que acontece. Estou focado nos jogos. O Julian é um jogador muito importante para mim."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.