A transferência de Marcos Rojo para o Manchester United ainda continua a fazer correr muito tinta, com a guerra nos tribunais entre a Doyen Sports e o Sporting.

Recorde-se que o clube de Alvalade foi recentemente condenado a pagar 12 milhões de euros à empresa.

O defesa referiu em entrevista ao jornal Record, que apesar de estar dentro do assunto, nada teve a ver com o processo.

“Quando fui para o Sporting foi com outro presidente que depois saiu. Este [Bruno de Carvalho] é muito adepto, defende muito o clube e disse que não lhes ia pagar, que o dinheiro era do clube”.

Porém, o argentino garantiu que só foi parar ao Sporting “porque eles chegaram a acordo com esta empresa”.

Rojo não vaticina desfecho para o diferendo.

“Agora parece que têm que pagar algo, mas não sei como isto vai terminar”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.