O antigo presidente do Sporting José Roquette decidiu retirar uma acção crime por difamação a decorrer contra João Rocha devido ao estado de saúde do também ex-presidente do clube de Alvalade, foi hoje anunciado.

«Apesar da plena convicção da razão que lhe assiste, o signatário, considerando o estado de saúde de João Rocha, a quem deseja melhoras, encerra nesta data a acção crime que lhe move desde 2006», lê-se numa nota enviada às redacções pela assessoria de imprensa de José Roquette.

O processo movido por Roquette a João Rocha surgiu na sequência de uma entrevista deste ao jornal diário desportivo Record, em Fevereiro de 2006, na qual o acusou de ter expulso do Conselho Leonino (CL), órgão consultivo do clube, e de se ter apoderado de 20 milhões de euros ilegalmente (questão externa ao clube).

José Roquette esclareceu logo na ocasião, em declarações ao Diário de Notícias, que «a decisão [de expulsão do Conselho Leonino] foi tomada numa assembleia-geral do clube, por mais de 90 por cento dos votos».

Já sobre o dinheiro, disse serem falsas as afirmações de João Rocha e respondeu: «Julgo que está a referir-se à venda da minha posição no banco [Totta] e não vejo o que tem de ilegal, mas não vou debater isso na praça pública. Tratarei dessa questão em sede própria, que serão os tribunais».

A agência Lusa tentou, sem êxito, contactar a família de João Rocha para saber do estado de saúde do antigo presidente dos “leões”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.