Está aí o último duelo antes do clássico no Dragão frente ao FC Porto. Na antevisão do duelo frente ao Portimonense, Rúben Amorim elogiou o plantel e recusa a ideia de que a responsabilidade aumentou com o primeiro lugar.

"Quem tem maior responsabilidade neste momento, Benfica, FC Porto ou Sporting? É indiferente, temos sempre uma grande responsabilidade. Somos o Sporting. Tínhamos a mesma responsabilidade na época passada e estávamos em quarto, mesmo numa posição diferente. A responsabilidade é sempre a mesma, foi isso que nos trouxe a esta situação, com vários jogos sem perder. Temos de manter esse foco e estar precavidos para tudo. Fomos muito rigorosos com o Paços, tínhamos de ser. Sabemos como devemos entrar, vamos entrar fortes e esperar a inspiração dos nossos jogadores. Estão bem, tiveram uma boa semana, foi difícil escolher o onze, pois vivem um bom momento, estão empenhados e isso é bom sinal", afirmou.

Veja a conferência completa do técnico aqui

Sobre a motivação do plantel: "Não tenho dúvidas da motivação deles, da ambição dos jogadores. Eles pensam da mesma forma, estamos todos alinhados no pensamento e forma de estar. Eles jogam no Sporting, não há maior motivação que essa. É cada vez mais difícil escolher um onze porque todos treinam muito bem e só há uma competição para disputar. Todos querem jogar e para o ano jogar em mais competições para todos terem maior espaço. A ambição estará em alta até final do campeonato", atirou.

O técnico deixou ainda um aviso para as dificuldades que o Portimonense poderá apresentar no embate frente ao Sporting em Alvalade.

"É uma equipa que vive um bom momento, mas o Paços também vivia. O Portimonense estará certamente no melhor momento da época, tem bons valores, que podem jogar em diferentes posições, especialmente na frente. Aí penso que vai jogar o Beto, para jogar na velocidade e ganhar as costas da defesa. Uma equipa forte nas bolas paradas. É das equipas que acerta mais vezes nos lances de bola parada, nomeadamente nos cantos. São muito fortes nisso. Será um jogo muito difícil, mas estamos preparados, treinámos bem e preparámos bem. Muito intensos como sempre, precavidos para a velocidade deles. Fomos ver os jogos com os ditos grandes e os resultados podiam ter sido diferentes. O Portimonense pode roubar-nos pontos. Temos de fazer um grande jogo, vamos fazer grande jogo e vamos tentar vencer", analisou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.