O treinador do Sporting, Rúben Amorim, confessou estar muito satisfeito no Sporting. O treinador dos leões falou sobre um eventual convite do Benfica no passado, mas admite querer ficar em Alvalade durante muitos anos.

"Se quisesse ter esperado por algum clube, esperava. Estou muito feliz aqui. Sinto que fiz a escolha certa. Adoro trabalhar com as pessoas do Sporting, foi uma das coisas que me levaram a escolher este clube. Espero é ganhar para ficar aqui muitos anos", afirmou o treinador leonino.

Há quase três temporadas ao comando dos leões, o treinador português não acredita que tenha sido o remédio de todos os problemas do clube, preferindo focar-se no treino e trabalho com a equipa no presente e no futuro mais próximo.

"Sou um treinador, uma peça aqui. Não resolvo os problemas todos, se os há... O nosso foco é o treino e os jogadores. Certamente seria mais fácil dizer que para o ano vamos lutar pelo título... Mas vamos correr mais do que os outros e no fim fazem-se as contas. Sporting é o Sporting, entramos para vencer e no fim longo se vê", disse Amorim.

Apesar da sintonia com a direção do Sporting e da aparente estabilidade, Rúben Amorim tem plena noção de que tudo pode mudar rapidamente e até dá um exemplo disso mesmo.

"Tenho plena noção que isto muda tudo muito rápido. Não dou nada como garantido. Já comentei que houve aqui um treinador ao qual se disse 'Paulo Bento forever'. Não nos podemos desviar do que estamos a fazer. Tenho o prazo de validade das derrotas ou das vitórias", concluiu.

O próximo desafio do Sporting terá lugar na próxima quarta-feira, em Alvalade, diante do Farense, em partida relativa à fase de grupos da Taça da Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.