Rui Alves foi eleito hoje presidente do Nacional, clube da I Liga portuguesa de futebol, para um mandato de quatro anos, tendo encabeçado a única lista concorrente, recebendo 157 votos dos 158 votantes.

O dirigente regressa à liderança do emblema da Choupana, depois de ter deixado o clube, em 2014, para candidatar-se à presidência da Liga portuguesa de Futebol Profissional, acabando depois por desistir dessa intenção.

Depois de ser eleito Rui Alves adiantou, em conferência de imprensa, que, face à atual conjuntura económica na Madeira, "o ponto central deste mandato passará por manter a estrutura criada até aqui, que levou o clube a atingir patamares nunca antes conseguidos".

"[Queremos] fazer com que a Choupana, fique mais perto para os nossos adeptos, fazendo com que a nossa equipa sinta mais apoio. Um dos nossos vice-presidentes vai ficar responsável por este setor estratégico, para q8ue isso possa acontecer", sublinhou.

Relativamente a este seu regresso à presidência do Nacional, o dirigente diz que "tem muito a ver com o carinho associativo e com a vontade de unir forças, num momento particularmente difícil, pois as incertezas quanto ao futuro são muitas".

"O dinheiro que é atribuído ao desporto, não se destina, na sua totalidade, ao futebol profissional. Não há outro dinheiro. Se contabilizarmos 50 euros de formação complementar, os 700 jovens que temos a praticar desporto no clube, custam 350 mil euros, temos infraestruturas todas a nosso cargos, para que os jovens possam dispor das melhores condições e, por isso, eu enquanto cidadão, não acredito numa sociedade que tenha boa saúde sem bom desporto, que tenha boa educação sem bom desporto”, explicou o líder ‘alvinegro’.

Por isso, o dirigente sugere que se faça "um estudo para que todos possam saber quanto valem as marcas Nacional, Marítimo e União da Madeira", uma intenção já assumida por Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional da Madeira.

A tomada de posse de Rui Alves e restantes dirigentes terá lugar na terça-feira, a partir das 18 horas, na sede do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.