O treinador interino do FC Porto, Rui Barros, admitiu que ainda não sabe do seu futuro enquanto técnico principal dos 'dragões', mas acabou por assumir que gostaria de sair com um triunfo após a derrota com o Vitória de Guimarães.

"Se é o fim do meu ciclo? Não sei. Vamos ver o que será o futuro. Tenho de dizer que os jogadores fizeram tudo em campo para dizer este jogo, para já", disse Rui Barros na flash interview da Sport TV.

"A frustração pela derrota é maior por falharmos a aproximação ao líder, o primeiro da classificação tinha perdido dois pontos nesta ronda. Mas ainda falta muito campeonato e estamos na luta. A derrota é complicada de digerir. Mas no FC Porto quando perdemos, perdemos todos. Gostaria de sair com uma vitória, mas importante era conseguirmos os três pontos", afirmou o antigo jogador do FC Porto e Juventus.

"Sim, o golo sofrido cedo foi mais um foco de instabilidade. Já não seria fácil, a sofrer um golo logo aos três ou quatro minutos ainda se torna mais difícil. Fizemos tudo para não sairmos daqui derrotados. A equipa teve posse de bola, circulação, jogou entre linhas, teve bastantes ocasiões de golo. Os jogadores fizeram um grande trabalho, mas estamos todos tristes", comentou Rui Barros sobre o triunfo do Vitória de Guimarães sobre o FC Porto por 1-0.

"Sabíamos que depois de marcar o Vitória iria encostar lá atrás e haveria espaço pelas laterais, e foi aí que criámos espaços. O último remate é que não saiu. Fizemos tudo, tanto na primeira como na segunda parte, para dar a volta ao resultado, e estamos todos tristes", concluiu Rui Barros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.