Em causa está uma multa de 3000 euros e a suspensão de três meses imposta a Rui Cerqueira pela Comissão Disciplinar (CD) da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), na sequência de injurias a uma jornalista, aquando da visita do FC Porto a Matosinhos, num encontro da Liga de futebol.

Rui Cerqueira, de acordo com várias testemunhas, terá injuriado um jornalista da RTP no final do encontro.

O director de comunicação do FC Porto recorreu da decisão para a FPF e, no acórdão a que a Agência Lusa teve acesso, pode ler-se que a CD da LPFP não deveria ter utilizado o artigo 107.º do Regulamento Disciplinar (RD) conjugado com o 87.º.

"Entendemos não poder assacar-se ao recorrente qualquer responsabilidade baseada no artigo 107.º, conjugado com o 87.º, do RD, uma vez que o ofendido é, no caso em apreço, um jornalista".

Ora, o CJ da FPF lembra que o artigo 107.º apenas faz referência a membros de órgãos da estrutura desportiva, elementos da equipa de arbitragem, dirigentes, jogadores, demais agentes desportivos e espectadores.

Apesar de tudo, o CJ da FPF nega provimento ao recurso e condena ao recorrente na pena de multa de 750 euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.