Perante um auditório repleto de jovens, Rui Costa respondeu a todas as questões dos mais novos. As atenções concentraram-se sobretudo no seu passado no Benfica, não tendo passado despercebidos na sala de aula alguns cachecóis e camisolas dos encarnados.

"É muito difícil ser jogador de futebol", avisou Rui Costa aos potenciais interessados em seguir uma carreira nos relvados que estavam presentes. O director desportivo do clube da Luz realçou a importância dos jovens praticarem desporto na escola, mas sempre num ambiente de boa disposição.

Rui Costa confessou que o treinador que mais o marcou foi o sueco Sven-Goran Eriksson: "Foi o técnico que me lançou, tenho um carinho especial por ele e por isso sou suspeito para falar dele." Entre as amizades no futebol, destacou os nomes de Luís Figo, João Pinto e Jorge Costa.

Provocado pelos mais jovens se não seria capaz de ter jogado pelo Sporting, Rui Costa ripostou que já estava no "melhor clube do mundo".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.