Rui Costa, dirigente desportivo do Benfica, sabe que o clube terá uma tarefa difícil para a nova época, recordando que é sempre mais difícil defender um título do que conquistá-lo.

“É a defesa de um título e sabemos que é sempre mais difícil defender um título do que conquistá-lo. Seremos o alvo a abater por inerência de sermos campeões, mas temos de estar prontos para aceitar essa responsabilidade, sempre com o mesmo intuito de tentar, por todas as formas, ganhar mais um campeonato para o Benfica”, disse Rui Costa, em entrevista à Sport TV.

“Foi uma excelente pré-temporada, as coisas correram muito bem os Estados Unidos, não só pela questão dos resultados, mas sobretudo pelo trabalho desenvolvido e pela forma como este grupo se mostrou unido e coeso. Culminou com a conquista da Supertaça e, agora, a época vai ser longa e não podemos estar agarrados ao facto de a pré-temporada ter sido bom opara julgarmos que tudo vai ser mais fácil. Vai ser uma época muito dura”, acrescentou, aproveitando para projetar o jogo de sábado com o Paços de Ferreira.

“Ganhar a Supertaça contra um dos nossos rivais foi excelente, pese embora o resultado até ter sido demasiado volumoso para o que foi o jogo. Temos de ter consciência da nossa força, mas também do respeito pelos nossos adversários. Só assim poderemos continuar a ter o êxito que temos tido nos últimos anos. O Paços regressa à Liga e vai começar com o entusiamo natural de quem. Temos de estar precavidos para isso. O facto de termos feito o jogo que fizemos com o Sporting não pode levar a pensar que o grau de dificuldade será menor. Vamos partir para uma nova competição e todos os clubes vão querer cumprir os seus objetivos. O nosso passa por ganhar logo na primeira jornada, respeitando, claro, o Paços de Ferreira”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.