Rui Gomes da Silva volta a tecer fortes críticas à gestão de Luís Filipe Vieira à frente do Benfica. O candidato às eleições do emblema da Luz fala em "investimento louco" do presidente dos 'encarnados' e teme que tal leve "para todo um mundo de dificuldades económicas e financeiras, já a partir do próximo mês de novembro de 2020".

"Todo este investimento louco, não sendo economicamente viável (a acreditar nas recentes declarações do número 2 do regime da Luz), só é feito por razões de interesse da vida pessoal e empresarial do presidente do Benfica", escreveu o antigo vice-presidente do Benfica, num artigo de opinião que assina no 'Jornal de Notícias'.

O candidato às eleições do Benfica fala mesmo em "populismo assente num despesismo desenfreado" por parte de Vieira e questiona se o "rigor das contas e a diminuição do passivo" não terá sido "concretizado por razões de interesse da vida pessoal e empresarial do presidente do Benfica".

No artigo de opinião que assina no 'JN', Rui Gomes da Silva diz que o desinvestimento no plantel nos últimos anos levou o clube "a perder dois dos três últimos campeonatos para uma equipa falida e intervencionada pela UEFA", em alusão ao FC Porto, vencedor de dois dos últimos três campeonatos em Portugal.

Para Rui Gomes da Silva "a única medida de gestão e para a gestão do Benfica é a salvação pessoal de Luís Filipe Vieira".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.