Depois da dúvida em relação à presença ou não de Rui Gomes da Silva na lista de Luís Filipe Vieira de recandidatura à presidência do Benfica, o comentador do programa Dia Seguinte, na SIC Notícias recusou-se a anunciar ou não a presença na referida lista, que será divulgada na próxima quinta-feira.

"Há uma coisa que nunca me arrependi: estar nos sítios onde estou, ocupar os cargos que ocupei. Não vejo nenhuma questão em relação a outro 'vice', por que razão há comigo? Tenho história de solidariedade, compromisso, apoio, estar com ou ao lado. Importante é o cargo do presidente. Esse é que é importante. Para que não haja questão sobre isso. Luís Filipe Vieira vai ser o presidente e vai ter o meu voto", começou por dizer.

Nunca disse antes, não vou dizer agora. A liberdade para isso é para o presidente do Benfica. O meu principal compromisso é ser sócio do Benfica. Não quero criar complicações, nem contra ninguém. Independentemente de estar ou não, nunca iria condicionar a vontade de quem está. A minha preocupação não se resume a ocupar cargos, não é por não o fazer que estou contra", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.