O treinador do Benfica, Rui Vitória, reconheceu esta quinta-feira que a série de dez vitórias consecutivas dos 'encarnados' dá mais confiança aos jogadores da Luz e que tal é uma garantia de motivação para a equipa antes dos jogos, mas mostrou-se realista quanto ao próximo desafio no estádio do Restelo onde espera naturalmente dificuldades.

Na antevisão do jogo da 21ª jornada, o técnico do Benfica assumiu que jogar antes dos adversários pode ser uma vantagem e que o bom momento da equipa explica-se com trabalho e tempo.

"Em Braga fomos a jogo depois dos adversários. Na última jornada também. O nosso foco é o nosso jogo, seja antes ou depois. A nossa motivação é intrinseca", afirmou Rui Vitória em conferência de imprensa.

"O trabalho e o tempo ajudam a cimentar e o futebol começa a aparecer. E os resultados também. Às vezes era preciso ganhar e ganhamos. Poucos foram os jogos que vencemos pela margem mínima. Houve um envolvimento permanente que foi tornando as coisas mais fáceis", acrescentou o técnico encarnado.

Sobre Carrillo, Rui Vitória recusou alongar-se em grandes comentários e recordou que o extremo peruano contratado ao Sporting não pode jogar amanhã, nem nesta época de águia ao peito.

"Sobre Carrillo, digo o mesmo e repito. É um bom jogador mas não trabalha comigo e não joga amanhã. O Luisão também não está disponível. Depois verão o boletim clínico. Quem vai jogar? Depois veremos. Quem jogar vai dar conta do recado", frisou o técnico encarnado.

"A minha equipa tem vindo a fazer um bom trajeto. O meu foco é que amanhã há um jogo difícil e queremos ganhar. Tudo o resto não me importa", atirou Rui Vitória quando questionado sobre qual seria a equipa mais forte do campeonato.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.