O lateral direito Falaye Sacko, do Vitória de Guimarães, afirmou hoje que o treinador da equipa da I Liga portuguesa de futebol, Tiago Mendes, comunica muito com os jogadores e incentiva-os regularmente a "trabalharem mais".

Sétimos classificados no campeonato transato, os vimaranenses estão a cumprir a segunda semana de treinos, em Guimarães, e o defesa maliano, de 25 anos, realçou que o plantel, apesar de ter vários jogadores novos, é bom e está a "trabalhar bem", às ordens do novo técnico, que substituiu Ivo Vieira.

"O ‘mister' é uma pessoa boa, comunica muito com os jogadores. Já comunicou muito comigo. Quer ver-me trabalhar sempre mais, porque acredita que tenho qualidade. Fisicamente, [o trabalho] tem sido duro", disse acerca do treinador de 39 anos, antes do treino vespertino na academia vitoriana.

Num plantel que conta atualmente com 31 jogadores, Sacko é o elemento há mais tempo em Guimarães - ingressou no clube na época 2015/16 e estreou-se na I Liga em 2016/17 - e admitiu que procura transmitir o que é o Vitória aos atletas recém-chegados, apesar de não envergar a braçadeira de capitão - essa distinção cabe a André André.

"Há jogadores que estão cá há muito tempo, como o André André e o Wakaso, para ajudarem os novos jogadores que cá chegaram. Vamos dar-lhes todo o nosso apoio para melhorarmos como grupo. A braçadeira não é o mais importante para mim. O mais importante para mim é dar sempre mais pelo clube", frisou.

O concorrente pela vaga no lado direito da defesa é Zié Ouattara, costa-marfinense de 20 anos, que representou a equipa B do Vitória na época passada, e Sacko disse que procura sempre ajudar o colega de setor durante os treinos, com a comunicação a ser facilitada pelo facto de ambos falarem francês.

O lateral direito já disputou 73 partidas oficiais pela equipa principal dos minhotos desde 2017, mas disse estar focado em vencer o primeiro desafio do próximo campeonato, agendado para o fim de semana de 19 e 20 de setembro.

O internacional pela seleção do Mali em 12 ocasiões admitiu, porém, que "vai ser difícil" jogar sem público nas bancadas, já que, no caso do Vitória, os adeptos "apoiam muito e dão muita motivação" aos jogadores.

O plantel vitoriano vai trabalhar em Guimarães até 28 de agosto, antes de cumprir estágio em Quiaios, no concelho da Figueira da Foz, entre 29 de agosto e 05 de setembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.