Com apenas 18 anos, Mile Svilar tornou-se esta semana o guarda-redes mais jovem de sempre a jogar na Liga dos Campeões. A titularidade no Benfica e o facto de, alegadamente, não entrar nos planos do selecionador de sub-19 da Bélgica não deixaram a Sérvia indiferente.

Em declarações ao jornal O Jogo, Zoran Filipovic, antigo atleta das 'águias' e agora membro da equipa técnica da seleção principal da Sérvia, considera que o jovem pode ser uma mais-valia para a seleção e uma válida opção para o Mundial 2018.

"Estamos interessados no Svilar. É um jogador muito talentoso e pensamos que pode ser uma mais-valia para a nossa seleção. Se continuar como titular do Benfica, poderá ser uma boa opção para o Mundial", começa por dizer Filipovic.

"É um guarda-redes para o futuro mas também para o presente. É muito jovem, mas o Vítor Baía também começou assim. Seria bom roubar à Bélgica um guarda-redes como o Svilar. (...) Temos falado com o Benfica e queremos convencê-lo. Sabemos que não podemos perder tempo", acrescenta.

A vida de Mile Svilar, que tem ascendência sérvia, na seleção da Bélgica parece seguir em sentido oposto, depois de o técnico dos sub-19 dos 'diabos vermelhos', Gert Verheyen, ter criticado o jovem por alegadamente não lhe atender o telefone. Contudo, há quem queira ver Svilar na seleção belga.

"Se for titular no Benfica e se jogar na Liga dos Campeões, então será estúpido ignorá-lo. Se não for jogador dos sub-19, então pode ser opção para os sub-21 e talvez até mais", afirmou Filip De Wilde, treinador de guarda-redes dos sub-21 belgas, ao jornal 'Het Laatste Nieuws'.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.